Arquivo por categoria: Nirvana

Para pensar!

Pensem e repensem,
Na dor,
Nos dissabores,
Dos entes que os amam,
Pensem,
Repensem,
E lutem para mudar,
Pois os que vós amais,
Sofrem com a falta,
De equilíbrio,
De vós,
Os que não querem evoluir,
Pensem,
Repensem,
No mal,
Em todo mal,
Que causam,
Com as vossas,
Teimosias,
Com a falta de acréscimo,
Que habita em vós,
Meus amados,
Se não querem mudar por vós,
Mudem pela corrente,
De amor,
Que abrange todos nós,
Uma corrente em torno de vós,
Torcendo por vós,
E vós ali,
Sem querer mudar,
Alheio ao chamado da luz,
Pensem nas lagrimas,
Dos que lhe amam,
E torcem por vós,
Pensem,
E repensem,
Em tudo,
Tire de ti,
O desamor,
O desafeto,
A querer ser melhor,
Do que a luz,
Pensem,
Repensem,
Que você pode mudar,
Pensem,
Repensem,
Em suas vidas passadas,
Inglórias vidas,
E nós sempre ali,
A querer lhe ajudar,
Sempre e sempre,
Um ajudar,
E um acreditar,
Pensem,
Não está na hora de mudar,
De me elevar,
Para um caminho de flores,
Pense nas flores,
Nas cores,
Pense,
Eu quero,
Eu posso,
De hoje em diante,
Caminhar de mãos dadas,
Com a corrente,
Do saber amar,
Pense,
Repense,
E começa a mudar,
Por ti,
Por nós,
Pelos acertos,
Pelos direitos e deveres,
Que lhe chamam a galgar,
Os degraus,
Do amadurecimento,
Os degraus,
Que nos conduz,
As moradas superiores,
E nos envolvem,
E nos permitem,
Querer caminhar,
Servindo,
Ao Mestre Maior.

João.
Mensageiros do Amor.
Médium responsável.
Nirvana Maria.

 

Nirvana Maria Amaral mora em Ribeirão Pires, é escritora e pintora espirita, psicógrafa desde 2005 com Ajuda dos Mensageiros do Amor. Autora do livro AH! SE EU PUDESSE FALAR.

Contato: nirvanaamaral@gmail.com ou www.facebook.com/nirvanamaria.amaral

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/para-pensar/

Vale!

Vale,
Valeu a pena,
Acreditar que tudo,
Iria acabar,
Valendo a pena,
Sempre será assim,
Um patamar,
De acréscimos,
De valores,
De doação,
E tudo irá valer a pena,
Por mais aflitivo que seja,
Os frutos um dia,
Irão amadurecer,
Então nós dizemos,
Valeu a pena,
Lutas de séculos,
Devaneios, crimes,
Nos manuscrito do tempo,
E o tempo ali,
Empedernido,
Aflito,
E os ponteiros do tempo,
Marcando aflito,
Que o tempo se faz ausente,
Faz-se eloquente,
Numa solução,
E numa aflição,
De dor,
De desespero,
O tempo de dor,
Posicionou-se,
E irá marcar outros, tempos,
Tempos que diremos,
Que por tudo,
E com tudo,
Valeu a pena,
Sempre seremos,
O olhar meigo,
A flor a receber,
E a doar amor,
Sempre seremos um porvir,
Um alento,
Um crescimento,
Um acreditar,
Que tudo um dia,
Far-se-á alegria,
A alegria do amor,
A alegria de acreditar,
Que tudo irá,
Valer a pena,
Por isto eu digo,
Sorriam,
E tenham sempre dentro,
De vossas almas,
Acertos,
Compreensão,
Paciência,
Porque no pendulo do tempo,
Haverá um dia,
Que tu iras sorrir,
E iras permitir a ti,
Aliviar-te do fardo,
Dos que não querem evoluir,
E assim como num rompante,
Tudo termina,
E tu te sentiras em gloria,
Glorificado,
Pois tu foste capaz,
Vós fostes capazes,
De dizer que todo,
Sacrifício,
Todo tempo,
Tempo não de perdas,
Tempo de que,
Valeu a pena,
E uma paz,
Irá lhe envolver,
Uma paz de alivio,
Uma paz de conforto,
Uma paz,
Paz de que tudo,
Valeu a pena.

Zú, Tatá e Função (mulher)
Mensageiros do Amor.
Médium responsável.
Nirvana Maria.

Nirvana Maria Amaral mora em Ribeirão Pires, é escritora e pintora espirita, psicógrafa desde 2005 com Ajuda dos Mensageiros do Amor. Autora do livro AH! SE EU PUDESSE FALAR.

Contato: nirvanaamaral@gmail.com ou www.facebook.com/nirvanamaria.amaral

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/vale/

Cavalo, areia, mar, deserto…

Cavalo, areia, mar, deserto,
E um cavalgar solitário,
Sempre eu num solitário,
Cavalgar,
Nas areias escaldantes do deserto,
A querer me encontrar,
A querer me achar,
Querer,
E um querer dentro de mim,
Um querer ser feliz,
E a felicidade onde está?
E eu a cavalgar com meu único,
Amigo,
Meu único elemento,
Meu amigo Aloan,
E a felicidade longe,
Sempre longe de mim,
No meu peito,
No meu jeito,
De ser de olhar,
As estrelas, o céu, o mar,
E o ar, e eu a procurar,
A ser melhor,
Um choro,
Uma lagrima na face,
Sempre na face uma lagrima,
Quente,
E eu o cavaleiro solitário,
Dos mares,
Das areias,
No ar,
Um condor,
A cruzar os ares,
E eu a acompanhar o seu voo,
A levar alimento aos seus,
E eu ali sem ninguém,
A esperar,
E o não esperar ninguém,
Ninguém a esperar,
Monto em Aloan,
E partimos,
Sempre uma partida,
Sem saber aonde ir,
Só o partir,
Sempre o partir,
De mim o partir,
Sem saber para aonde ir,
E porque ir,
Uma saudade me invade,
Saudade,
No peito um grito,
Uma raiva, neste grito,
O porquê disto,
O porquê da dor,
O porquê da angustia,
E eu grito,
Porque Pai dos aflitos?
Porque desta prova,
Deste grito,
Porque Mestre?
Por quê?
Resposta em um grito,
De uma águia,
Num topo de uma arvore,
Arvore seca,
Sem vida,
Sem seiva,
Assim como eu,
Sem a seiva,
Da alegria,
E eu ali comigo, só comigo,
Sei que terá de ser assim,
Sei que é uma prova,
E eu ajoelho,
Nas areias escaldantes,
Do deserto,
E grito Pai,
Se apiedes de mim,
Uma brisa sopra,
E as areias do deserto se movem,
A levantar uma nuvem,
E da nuvem,
Um rosto de mulher,
De mim conhecido,
Do fundo me minha alma,
Da nuvem da areia, um rosto de mulher,
A me induzir,
A dizer,
– Filho siga em frente,
Uma prova de solidão,
Eu já cumpri a minha,
Agora é tua vez,
Mas não temas,
Sempre estarei presente,
A lhe induzir, a lhe seguir,
A lhe projetar força,
Filho,
Primogênito meu filho,
E o tempo passando,
O tempo,
E eu envelhecendo,
Com o tempo,
E o tempo me consumindo,
E já sem força,
Um ancião,
Habita em mim,
Mas eu cumpri,
Minha missão,
Consegui,
E a morte chega,
A matéria ali inerte,
A alma sai do corpo,
E junto a mim,
O rosto de uma mulher,
A me dizer,
-Venha filho, meu filho,
Tu conseguiste,
Venha comigo,
Iremos partir,
Cruzar os mares,
As montanhas,
A solidão fica,
Tu venceste a solidão,
Venha,
E partimos,
Longe bem longe dali,
Eu havia conseguido,
Eu consegui.

Northon.
Mensageiros do Amor.
Médium responsável.
Nirvana Maria.

Nirvana Maria Amaral mora em Ribeirão Pires, é escritora e pintora espirita, psicógrafa desde 2005 com Ajuda dos Mensageiros do Amor. Autora do livro AH! SE EU PUDESSE FALAR.

Contato: nirvanaamaral@gmail.com ou www.facebook.com/nirvanamaria.amaral

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/cavalo-areia-mar-deserto/

Véus

Véus,
Eu e meus véus,
Véus,
E eu coberta por eles,
Véus de segredos,
Véus,
Véus de amor,
Amor por todos,
Véus,
De compaixão,
De caridade,
De igualdade,
Véus de alentos,
Véus de segredos,
E minha alma,
Ali com meus segredos,
Segredos que me preenchem,
Que me alegram,
Véus de renuncia,
Véus de descobertos,
Véus dos alheios,
Véus e eu ali,
Vendo,
O que vai à alma dos,
Que me cercam,
Mas não posso,
Descobrir os véus,
E os véus,
Os amores,
E as dores,
Cobertas por desesperanças,
E num rompante,
Atrevo-me a ir,
Além, bem além,
Do que alguém pode alcançar,
Para visualizar,
E fico triste com,
Que vejo,
Nas pessoas próximas a mim,
Vejo ciúmes,
Inveja,
Intolerância,
E me calo,
Mas choro por eles,
Véus de transtorno,
Véus de indulgências,
Loucuras,
Falta de crescimento,
Imaturidade,
Véus e eu coberta pelo véu,
Da caridade,
Da amargura,
De não poder fazer,
Nada por eles,
Véus,
E eu me pergunto,
Por quê?
De tantos desacertos,
Por quê?
De tanto desconforto,
Eu e meus véus,
Lagrimas, angustias,
Véus,
E um a um,
Cai diante de mim,
E diante de mim os sete véus,
De desdobramento,
Sete véus,
E eu aqui, ali,
A procurar,
A entender,
O que não posso entender,
E chamo por ele,
Pai venha em meu socorro,
Pai de segredos,
Meu e dele,
Pai meu pai,
Ajude-me,
Ilumine-me,
Pai me cubra a mim,
E a todos com,
Os véus de caridade,
Amizade,
Igualdade,
Pai me ajude,
A ajudar,
A entender,
A crer que tudo irá melhorar,
Pai me ajude,
A mim e a todos,
E os meus,
Deixe-os,
No lugar que ninguém,
Possa alcançar,
Véus meus,
Meus véus.

Função (Mulher)
Mensageiros do Amor.
Médium responsável.
Nirvana Maria.

Nirvana Maria Amaral mora em Ribeirão Pires, é escritora e pintora espirita, psicógrafa desde 2005 com Ajuda dos Mensageiros do Amor. Autora do livro AH! SE EU PUDESSE FALAR.

Contato: nirvanaamaral@gmail.com ou www.facebook.com/nirvanamaria.amaral

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/veus/

Decréscimo

O decréscimo e,
O acréscimo,
Trazendo em nós tempos,
Entre os nossos decréscimos e,
Nossos acréscimos,
E nós ali,
A olhamos para dentro de nós,
De fato que temos mais em nós,
Acréscimos,
Que nos transpõe em amor,
E nos enche de orgulho,
Ou decréscimos,
Que nos faz refletir,
Em nossos egoísmos,
Em nossas lutas,
Inglórias,
Ah! A inglória das lutas,
Batalhas perdidas,
Que nos faz redimir,
Faz-nos querer evoluir,
E entre decréscimos e acréscimos,
Contribuímos a nós,
Só a nós,
Fazermo-nos melhor,
Elevarmo-nos,
Em querer dar de nós,
O melhor a nós,
Pois quando temos,
A consciência,
Que deixamos de evoluir,
Por motivos banais,
Envergonhamo-nos,
E que tenhamos,
A humildade,
A capacidade de refletir,
Os nossos erros,
Os nossos defeitos,
Pois a nossas almas,
Precisam ser lapidadas,
Forjadas a ferro,
Até que um dia,
Sairemos vencedores,
Da luta,
Da evolução,
Que é uma luta,
Em nós,
Uma luta contra os decréscimos,
E que saibamos,
Crescer e crescer,
E se erramos,
Que tenhamos a modéstia,
De dizer a nós,
Nós alma,
Tu erraste,
Tu feriste a ti,
Com seus decréscimos,
Então ordena a tua alma,
A seguir com os acréscimos,
Que irão elevar-te,
A querer mudar,
A querer transformar,
Então a todos vós,
Um conselho,
Meus amados,
Sejam vencedores,
Na longa escalada,
Da evolução da alma,
A todos um novo amanhecer,
Novas oportunidades,
Novos horizontes,
Novos tudo,
A favor do acréscimo.
A todos um grande amor.

Mauro.
Mensageiros do Amor.
Médium responsável.
Nirvana Maria.

Nirvana Maria Amaral mora em Ribeirão Pires, é escritora e pintora espirita, psicógrafa desde 2005 com Ajuda dos Mensageiros do Amor. Autora do livro AH! SE EU PUDESSE FALAR.

Contato: nirvanaamaral@gmail.com ou www.facebook.com/nirvanamaria.amaral

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/decrescimo/

Nunca questionem

Nunca questionem,
Se tu és amado,
Amem,
Nunca questionem,
Ser-se-ão perdoados,
Ou terão de perdoar,
Perdoem as ofensas,
Perdoar,
Um ato nobre,
Uma alma em evolução,
Perdoem,
Pois no ato de perdoar,
Vocês se libertam,
E alçam voos,
As moradas elevadas,
Dos planos superiores,
Nunca questionam,
A perda de amigos,
Que se afastaram de vós,
Por algum motivo,
Motivos deles,
Seus motivos,
Procure novos amigos,
Pois o novo é sempre,
Um elemento que se fará,
Na vida de todos nós,
O novo,
Sempre estaremos,
Renovando e renovando,
Então aprendam a viver,
Livres de preconceitos,
De defeitos,
Não se prendam a julgar,
Julguem-se,
Será que sou feliz agindo assim,
Se a resposta for,
Não,
Voem a mente,
Deixe a mente livre,
Não pare sua mente alma,
Em pensamentos negativos,
Voe e conquiste,
A liberdade de amar,
De se sentir feliz,
Se o outro se perjura,
Na loucura,
Nos erros,
E se multiplica no negativismo,
Não ligue,
Alce voos,
Conquiste espaço,
O multicolorido do arco íris,
As flores,
As lições de amores,
Que a vida,
Já lhe deu,
E credes que nós sempre,
Estaremos prestes a aliviar,
As vossas chagas,
Se cicatrização,
Amenizar-se-ão,
E se elevarão,
Em atos positivos,
Sorria para vida,
E a vida sorrira para vós,
A todos vós,
Um amor,
Uma caricia,
Um desprender,
De um novo dia.

Tata e Zú.
Mensageiros do Amor.
Médium responsável.
Nirvana Maria.

Nirvana Maria Amaral mora em Ribeirão Pires, é escritora e pintora espirita, psicógrafa desde 2005 com Ajuda dos Mensageiros do Amor. Autora do livro AH! SE EU PUDESSE FALAR.

Contato: nirvanaamaral@gmail.com ou www.facebook.com/nirvanamaria.amaral

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/nunca-questionem/

Canteiros de Obras

E o ser ali,
A olhar o,
Seu canteiro de Obras,
E as Obras,
Cadê as Obras?
Do ser,
Mato, devastação,
Nada de edificação,
No canteiro de Obras,
Pobre ser,
Tremulo,
Apavorado,
E agora o que iria,
Ser,
Do seu ser,
E um arrependimento,
Um transtorno,
Uma luta entra e percorre,
As entranhas do ser,
E agora?
Porque não soube,
Escutar e se elevar,
Nas suas Obras,
No canteiro de Obras,
Do seu ser,
E olhe que teve ajuda,
De pedreiro e engenheiros,
Querendo lhe alertar,
Construa alma,
No seu ser,
Para se elevar,
Edifique em seu ser,
No seu canteiro de Obras,
Edifique,
Faça crescer,
Algo em seu,
Canteiro de Obras,
Jardim de amor,
Um edifício de paz,
Uma casa para os animais,
Doe ser,
Doe o amor,
E o ser ali,
Só pensando,
Em futilidade,
E o mato a crescer,
Em seu canteiro de Obras,
Do ser,
E agora chega,
O engenheiro,
E os pedreiros,
E os ajudantes de pedreiros,
E diz ao ser,
– O fim próximo,
O epilogo e tu,
Nada acrescentou no,
Seu evoluir,
No seu partir,
No seu canteiro de Obras,
Ah! As Obras nossas,
Obras,
Nossos feitos,
Nossas só nossas,
Glorias,
E o ser ali,
Na sua inglória,
Sem seu canteiro de obras,
E o ser num frenesi,
Num desespero,
Implora,
Uma chance,
Que daqui,
Para diante,
O seu canteiro de Obras,
Terá outro destino,
O destino de ser,
Um canteiro de flores,
Um canteiro de amores,
Um canteiro,
E bem no centro, no meio,
Do canteiro de Obras,
Um edifício de doação,
De perseverança,
De utilidade,
E em volta do canteiro,
Flores, amores,
E um doar,
Um constante doar,
E o ser depois de lutas e lutas,
Consegui-o, ele,
Cumpriu o que determinou,
Hoje o ser,
Um ser amor,
Um ser doar,
Um ser a acrescentar,
E no canteiro de obras,
Um louvor,
E uma placa na,
Porta de entrada,
Seja bem vindo,
Venha compartilhar comigo,
Um crescer,
Um doar,
Ah! Ser tu conseguiu,
Tu te elevaste,
Parabéns a ti,
Ser do amor.

Anita.
Mensageiros do Amor.
Médium responsável.
Nirvana Maria.

Nirvana Maria Amaral mora em Ribeirão Pires, é escritora e pintora espirita, psicógrafa desde 2005 com Ajuda dos Mensageiros do Amor. Autora do livro AH! SE EU PUDESSE FALAR.

Contato: nirvanaamaral@gmail.com ou www.facebook.com/nirvanamaria.amaral

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/canteiros-de-obras/

Ah! A vida indefinida

Ah! A vida indefinida,
Compartilhada em partículas,
De idas e vindas,
As vindas,
Às vezes triste, doloridas,
Pois teremos de passar,
Pelas provas, que deixamos,
De cumprir,
Em outras vindas,
E a vinda,
Fecha o circulo,
O epilogo,
Chega ao fim,
E o fim,
Às vezes na maioria,
Deixamos de cumprir,
O que tínhamos,
De cumprir,
Então novas vindas,
Novos caminhos,
Até que acordamos,
E a nossa alma supera,
E sai vencedora,
Quanto tempo desperdiçados,
Quanto acumulo de dividas,
Quanta desesperança,
Quantas lagrimas,
Às vezes repartidas,
E às vezes desperdiçadas,
Provocando lagrimas,
No alheio,
E eu digo,
Pausem os vossos tempo,
Se iluminando,
Esclarecendo,
Que somos imortais,
E temos de nos iluminarmos,
E aos retardatários um apelo,
Um proposito,
Não se escravizem,
No não,
No desprezo pelo alheio,
Porque um dia,
O epilogo,
Virá,
E exigirá de nós,
Um epilogo de dor,
De transtorno,
E a voz da razão,
Terá de falar,
Mais alto,
Do que a emoção,
Aqui se faz,
Aqui se paga,
Aqui se eleva,
Aqui se liberta,
Das lagrimas,
E dos apelos em vão.

Zoroastro.
Mensageiros do Amor.
Médium responsável.
Nirvana Maria.

Nirvana Maria Amaral mora em Ribeirão Pires, é escritora e pintora espirita, psicógrafa desde 2005 com Ajuda dos Mensageiros do Amor. Autora do livro AH! SE EU PUDESSE FALAR.

Contato: nirvanaamaral@gmail.com ou www.facebook.com/nirvanamaria.amaral

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/ah-a-vida-indefinida/

Tudo é transitório

Nada é para sempre,
E o sempre só é um presente,
Quando nós elevamos,
E nos fazemos,
Presente,
Presente no ser,
Um presente em alimentar,
Em nós,
Um futuro,
De amor,
Um amor a todos,
E ausente de nós,
Os conflitos, as dores,
Os distúrbios de,
Concentramos só em nós,
Só nós,
Por isto eu digo,
Que nada é o sempre,
Que podemos mudar e mudar,
E que temos o direito,
E o dever de mudarmos,
Fazendo deste sempre,
Um sempre melhor,
Um sempre de alegrias,
De virtudes,
Distribuindo por,
Onde passamos,
Sempre flores,
Amores,
E que saibamos,
Colher,
As flores a beira,
Dos caminhos,
Ah! Os caminhos em torno,
De nós,
Às vezes cheios de espinhos,
Mas as rosas também,
Tem espinhos,
E se conseguirmos,
Tirar da rosa os espinhos,
Ah! A rosa bela, faceira,
Graciosa,
Como é bela a vida,
Vida rosa,
Para ser vivida,
Para ser transmitida,
Do finito ao infinito,
Desejo a todos vós,
Do finito e do infinito,
Um lindo buque de rosas,
Sem espinhos,
E das rosas,
O perfume,
A beleza,
A todos um porvir de aventuras,
De alegria mil,
E a todos,
Mil rosas,
Mil.

Tadeu.
Mensageiros do Amor.
Médium responsável.
Nirvana Maria.

Nirvana Maria Amaral mora em Ribeirão Pires, é escritora e pintora espirita, psicógrafa desde 2005 com Ajuda dos Mensageiros do Amor. Autora do livro AH! SE EU PUDESSE FALAR.

Contato: nirvanaamaral@gmail.com ou www.facebook.com/nirvanamaria.amaral

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/tudo-e-transitorio/

Flores

E as flores,
Chegam ao fim,
E as pétalas das cores,
Caíram ao chão,
Em algum lugar,
Todas as flores,
Tem um fim,
Mas logo a roseira,
E os outros tipos,
De flores,
Fortalecem-se,
Criando novas cores,
Cores de amor,
Cores,
E as flores,
Os danúbios,
As roseiras,
Em cores,
E as flores,
Abrem-se em botões,
Botões de amores,
Botões de cores,
Das flores,
Flores,
Cores,
Amores,
Rosas amarelas,
Multicores,
Das flores,
Botões,
Esplendor em cores,
Das flores,
Das tulipas,
De novos amores,
Das petúnias em coro,
Dizendo a todos,
Que as cores,
Das suas pétalas,
Transmitem amores,
No doar,
De suas cores,
Amores,
Flores,
Botões,
Esplendor,
E eu ali, aqui,
A acalentar no meu,
Peito,
Um amor,
A vida,
Do meu passado,
Pétalas de caídas,
No meu presente,
Cores,
Botões,
E no futuro,
Uma rosa,
Um manjericão,
Doando-me,
De paixão,
No caramanchão,
E do meu lado,
Cores, amores,
E flores,
E rosas em botões.

Tadeu.
Mensageiros do Amor.
Médium responsável.
Nirvana Maria.

Nirvana Maria Amaral mora em Ribeirão Pires, é escritora e pintora espirita, psicógrafa desde 2005 com Ajuda dos Mensageiros do Amor. Autora do livro AH! SE EU PUDESSE FALAR.

Contato: nirvanaamaral@gmail.com ou www.facebook.com/nirvanamaria.amaral

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/flores-2/

Posts mais antigos «