Arquivo por categoria: Cantores e Musicas

Gera Fornasa & Bandalheia

Após quatro anos sem material inédito, os fãs de Gera Fornasa & Bandalheia têm motivos para se animarem. O guitarrista Duda Trombim e o vocalista Gera Fornasa gravaram 19 músicas para a pré-produção do próximo CD do grupo.

“Dessas, sairão 13 ou 14 para o novo disco da banda! Estou muito contente com as composições novas”, comenta Duda.
Agora a produção segue para a próxima parte dos trabalhos. “Vamos para a segunda etapa; arranjos e riffs matadores”, complementou o musico.

gera

O álbum ainda não tem data prevista para lançamento.

O mais recente trabalho do banda é o Acústico, que contou co as participações de Nasi (Ira!), Serginho Moah e Léo Henkin (Papas da Língua), Márcio Petraco (ex- TNT), Sérgio Villarin (piano e teclado do Detonautas Acústico), Bedai (percussão do Armandinho), Regis Leal (tecladista do Armandinho).

Os próximos shows estão agendados em Santa Catarina: 31 de julho em São Joaquim e 6 de agosto na Festa do Colono, em Siderópolis.

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/gera-fornasa-bandalheia/

Faroeste Petróleo

Letra de de @guadalupemagico.

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/faroeste-petroleo/

Mateus Chagas – Amigos Amantes

Participação de Mateus Chagas! Conheça mais detalhes clicando aqui.  Contato para shows: mateus@mateuschagas.com – Fone: (31) 91615524   (41) 96596457.

loja

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/mateus-chagas-2/

O talento de Mateus Chagas

Participação de Mateus Chagas! Conheça mais detalhes clicando aqui.  Contato para shows: mateus@mateuschagas.com – Fone: (31) 91615524   (41) 96596457

loja

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/mateus-chagas/

Em Dias de Música

Os bons cantores, antigamente, quase não precisavam da mídia, faziam sucesso de verdade, tinham legítimos seguidores, não igual esses de redes sociais.

Hoje, qualquer “mela cueca” que mostra a barriguinha, ganham trilhões de seguidores nas redes, é o que se chama de: “A ditadura da estética”, ou você já viu algum gordinho subir sua camisa e com orgulho gritar: “Esse é meu tanquinho?”.

Esses são os “ídolos” da minha geração – boa parte dela – de poucas palavras, aliás, em sua maioria ditas de forma errada, é um carnaval de: “rebolaNo”, “tiraNo”, “levaNo”, “voltaNo”, “gastaNo” e dá para fazer uma lista, quem sabe um dicionário de novas palavras fincadas na língua portuguesa.

Particularmente nada tenho contra o “funk”, muitos desses garotos vem de origem humilde, da periferia, e graças a internet obtiveram sucesso e conseguiram impor novas “regras” à mídia, já diria o ex-jogador: “diga-se de passagem”, o que seria desses garotos sem a internet?

raul

Eu respondo: Jamais estariam aparecendo em gigantes redes de TV. Ou você acha que o MC Gui estaria aparecendo no global “Altas Horas” se não conseguisse colocar mais de 10 milhões de acessos em qualquer bobeira no Youtube?

Em tempos de uma televisão cada vez mais desestabilizada e sem audiência, somente resta para esses programas, mandar “bala” nos jovens, e para eles pouco importa. Só precisa trazer 1/3 dos números no Youtube.

Todo dia que levanto, logo penso: “Ah…como gostaria de ter nascido nos anos 50.”

A música daquela época é que era boa. O que são esses “hits” perto de músicas com tanta qualidade como fizeram Elis Regina, Lupicínio Rodrigues, Nelson Gonçalves, Cazuza, Renato Russo, Zé Ramalho, e os gênios Tim Maia e Raul Seixas. Os garotinhos sem voz do momento, só sabem fazer batida.

Raul Seixas cantou em “A Verdade Sobre a Nostalgia”: “…Tudo quanto é velho eles botam pr’eu ouvir / E tanta coisa nova jogam fora sem curtir / Eu não nego que a poesia dos 50 é bonita / Mas todo o sentimento dos 70 onde é que fica? / Na curva do futuro muito carro capotou / Talvez por causa disso é que a estrada ali parou / Porém, atrás da curva / Perigosa eu sei que existe /Alguma coisa nova /Mais vibrante e menos triste…”

Mas a verdade é que continuarei a curtir a nostalgia desvairadamente, onde estão as coisas bem mais novas e menos tristes que cantou o mestre?

Para finalizar encerro destacando o cantor Oswaldo Montenegro, que começou sua carreira lá pelos anos 80 com o estrondo da música “O Condor”, já vi dois filmes de Montenegro, Solidões e Léo e Bia, um deles inclusive com Paloma Duarte, em uma das suas melhores e mais vibrantes atuações.

Oswaldo é eclético, de “A volta da Asa Branca” à “Pra Longe do Paranoá”, de teatro à música, dá vida à vida, e é de um improviso digno de aplausos em pé.

Gabriel Dias é narrador na Rede Continua. 

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/em-dias-de-musica/

MC BETINHO – MORADOR DAQUI DA BELA

Ayrton Roberto, mais conhecido como MC Betinho, tem 17 anos e procura uma oportunidade para revelar seu talento. Contato para shows: ayrtonroberto197@gmail.com ou 11 983707695.

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/mc-betinho-morador-daqui-da-bela/

M.Á.F.I.A. – É ASSIM QUE É

Indicação do Projeto Esquina Cultural.

Blog: http://mafianaareahiphop.blogspot.com…
Contatos Show M.Á.F.I.A. mafianaarea@hotmail.com

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/m-a-f-i-a-e-assim-que-e/

MÚSICA É MAGIA?

Música é magia? É, música é realmente algo mágico. Um mundo sem música seria horrorosamente triste e sombrio. Precisamos dela, dependemos dela, não vivemos sem ela! Música é uma forma sublime de expressar emoções e sentimentos,  seja pela mais simples cantiga de roda, seja por meio da mais sofisticada obra sinfônica, o ser humano se expressa com música.

Nações recorrem à música para expressar seu sentimento de orgulho e patriotismo. Militares igualmente mostram seu amor à arma através de seus hinos. Até na guerra! Tropas estimuladas para a batalha por trombetas e tambores. O “taiko”, por exemplo, com seus tambores e flautas, estimulavam tropas japonesas, determinavam o ritmo da caminhada das tropas e a velocidade do ataque. Tropas europeias do século XVIII igualmente usavam cornetas e caixas de guerra para o mesmo fim.

musica

Partidos políticos usam música em suas propagandas eleitorais. O marketing usa música para divulgar as vantagens de produtos. Todas as religiões, das mais antigas às mais recentes correntes, recorrem à música para louvar seus deuses. Havia música nos réquiens, lamentando falecidos. Monarcas contrataram compositores para louvar seus feitos ou mesmo para enriquecer de beleza as suas cortes.

É surpreendente a diversidade de formas que a música assumiu nesta longa jornada humana na Terra. Todas elas são o reflexo do que somos, do que estamos vivendo, do que acreditamos ou queremos que se acredite. No fim de tudo, somos uma enorme tribo tocando instrumentos e cantando alegrias e dores: música!

Antonio Vidal Filho dá aulas de iniciação musical e prática de violão e guitarra, em São Paulo. Mais informações, ligue 11 3476-1819 ou envie um e-mail para vidal@capitalsenior.com.br

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/musica-e-magia/

Versos Vegetarianos

Com Arnaldo Antunes, Inquérito lança vídeo gravado em estúdio

Faixa é parte do novo disco ‘Corpo e Alma’, que será liberado ainda este mês. Para marcar a chegada do disco “Corpo e Alma”, o Inquérito libera o webvídeo ‘Versos Vegetarianos’, com a participação de Arnaldo Antunes e anuncia a liberação do álbum para download gratuito na próxima semana.

O material audiovisual foi captado durante as gravações do disco e mostra o entrosamento entre Arnaldo Antunes e o grupo. Além de ter emprestado a voz ao refrão da canção, Arnaldo gravou ainda uma poesia de Renan Inquérito, a quem inspira também na literatura. O vídeo foi dirigido por Vras77, que assina outras produções audiovisuais do Inquérito.

O quarto disco marca os 15 anos do grupo e traz, além de Arnaldo Antunes, as participações de Ellen Oléria (vencedora do The Voice Brasil), Natiruts, Roberta Estrela D´Alva, Quinteto Brassuka, DJ KL Jay (Racionais MCs), Rael e Emicida, que além de cantar na faixa-título assina a produção executiva do disco.

O álbum mostra o momento maduro do grupo, com composições inspiradas na poesia do cotidiano, que somadas aos acordes e arranjos transformam-se no autêntico som das ruas.

 

Indicação de Jéssica Balbino. Mais informações, visite www.grupoinquerito.com.br.

Participe também e mostre a sua arte gratuitamente.

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/versos-vegetarianos/

Mc Vipe na Chatuba Sonho da favela

Participação de Carlos Souza, do Rio de Janeiro. Contato para shows: carlosvip1979@gmail.com ou no Facebook do cantor. Participe e mostre a sua arte gratuitamente. Nós acreditamos no seu talento!

 

Link permanente para este artigo: http://artenomovimento.com.br/blog/mc-vipe-na-chatuba-sonho-da-favela/

Posts mais antigos «