ESTAÇÃO CARANDIRU

Um dos médicos mais importantes do Brasil, Drauzio Varella também é escritor. Lançado em 1999 e transformado em filme em 2003, por Hector Babenco, o livro Estação Carandiru descreve a rotina do então maior presídio do Brasil, a Casa de Detenção de São Paulo, que foi demolido em 2002 no governo de Geraldo Alckmin e no local foi construído o Parque da Juventude.

livroEm 1989, o médico Drauzio Varella iniciou na Detenção um trabalho voluntário de prevenção à Aids. Entre os mais de 7200 presos, ele viu diversas cenas de violência, conheceu histórias interessantes e tratou diversos problemas de saúde dos presos.

Com uma narrativa que prende o leitor do começo ao fim, Drauzio Varella apresenta personagens reais que conviveu como Mário Cachorro, Roberto Carlos, Sem-Chance, seu Jeremias, Alfinete, Filósofo, Loreta e seu Luís.

Outro detalhe revelador do livro são as regras criadas pelos internos. Não importava a pena a que tinham sido condenados, todos seguiam um rígido código penal não escrito, criado pela própria população carcerária. Contrariá-lo poderia equivaler à morte.

O livro Estação Carandiru recebeu o Prêmio Jabuti 2000 de livro do ano e, desde então, já vendeu centenas de milhares de exemplares.

Drauzio Varella também é autor de outros livros. Para conhecê-los, visite drauziovarella.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *